sexta-feira, 15 de maio de 2015

E se os alunos consultassem o Google nos testes?



E se os alunos consultassem o Google nos testes? 

"Para quê valorizar o conhecimento armazenado no cérebro ou decorar a tabuada, se existe o Google e as calculadoras? Escrever à mão? É melhor que aprendam bem a escrever no computador", defende Sugata Mitra, professor de educação tecnológica na Universidade de Newcastle, mais um defensor da mudança do sistema. Porém, alerta: "A única coisa que a máquina não pode fazer por nós é distinguir a informação correcta e a incorrecta".
Continuar a ler:

Sem comentários: