sábado, 31 de dezembro de 2011

Feliz Ano Novo !

Passagem de Ano na Madeira

A todos os que visitam este blogue (20.000 visualizações de páginas ao fim de 1 ano e meio - obrigada pela visita), votos de Feliz Ano 2012.
Imagem retirada do blogueO melhor de portugal está aqui

sábado, 24 de dezembro de 2011


O portal RCAAP constitui-se como um ponto único de pesquisa, descoberta, localização e acesso a milhares de documentos de carácter científico e académico, nomeadamente artigos de revistas científicas, comunicações a conferências, teses e dissertações, distribuídos por inúmeros repositórios portugueses.
Aceder ao rcaap.pt

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Recursos de psicologia em contexto escolar.


Trata-se de Uma fonte de Recursos Pará como intervenções dos Psicólogos em contexto escolar, mas also Pará pais e educadores, NAS áreas de Dificuldades de aprendizagem, autismo, Avaliação Psicológica, hiperatividade, Entre Otras Temáticas.


quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Estudo de caso - Orientação vocacional

O ultimo relatório O Estado da Educação 2011 – A Qualificação dos Portugueses, faz um balanço sobre a evolução das qualificações dos portugueses entre 2000 e 2010, sendo da responsabilidade do Conselho Nacional de Educação.
Na parte final deste relatório, é apresentado uma breve síntese da situação portuguesa em termos de intervenções de Orientação Vocacional (OV), nas escolas, e também um estudo de caso - A Orientação Vocacional na Intervenção do Serviço de Psicologia e Orientação (SPO) de uma escola secundária da rede pública de ensino do distrito de Lisboa, denominada escola X
Sobre este estudo de caso, reproduz-se o texto do relatório:
O objectivo principal do presente estudo, como se referiu na Introdução, consistiu na caracterização de uma experiência de intervenção em orientação vocacional (OV), numa escola secundária da rede pública de ensino do distrito de Lisboa, escolhida em virtude de se distinguir pela oferta de diferentes percursos formativos aos jovens estudantes e também por dispor de uma experiência já cimentada no domínio da orientação vocacional. Pag 216.

Sobre este estudo de caso poderá ter interesse consultar os seguintes pontos relativos a:
  • Valorização da OV pela escola
  • A intervenção em OV de iniciativa do SPO
  • A OV no currículo
  • A mobilização das famílias para o apoio à OV dos filhos
  • A mobilização da comunidade local no apoio à OV dos jovens e a coordenação com outros serviços
Uma das recomendações deste relatório:
- A melhoria dos processos de informação e de orientação escolar e profissional e da cobertura da rede escolar.

Consultar o relatório AQUI

EXEMPLO de RELATÓRIO de ORIENTAÇÃO VOCACIONAL:
http://uniarea.com/wp-content/

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Lembrar o Bullying

Um parte da crónica de Daniel Sampaio* publicado na Pública de ontem, com o título “Lembrar o Bullying”:
Interessa compreender estes fenómenos de intimidação/provocação de uma forma mais global. Quando se pensa no agressor, a ideia imediata é de o considerar doente psicologicamente e de o remeter para uma consulta de Psiquiatria, em muitos casos difícil de obter. A vítima é sentida como frágil e muitas vezes protegida (tem havido progresso na detecção da violência), mas quase sempre é esquecido que o bullying segue o seu caminho escondido através da provocação fora da escola, pelos telemóveis e pela Internet, em frases ou imagens de uma violência extrema: se a criança do 1.º ciclo é humilhada por ser gorda, o adolescente do 7.º ano é ridicularizado pela sua timidez ou insegurança.
A abordagem global permite compreender que os papéis do agressor e da vítima só são mantidos pelo (não) envolvimento dos estudantes-testemunha, que a tudo assistem sem nada fazer. Esses observadores, que fingem nada ter a ver com o assunto, são os elementos-chave da mudança, porque os agressores só fazem o que os estudantes-testemunha permitem que aconteça. O comportamento destes alunos interage com os agressores e com as vítimas de modo a manter/ suster os comportamentos violentos, por isso o bullying é um processo, nunca só uma pessoa ou duas: se o agressor é o protagonista poderoso e a vítima o protagonista submisso, a testemunha passiva e, no limite, toda a escola, é a audiência que permite aquele teatro de demonstração de poder e de humilhação.
...
Daniel Sampaio é psiquiatra e terapeuta familiar.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

A legislação do ME

Para consultar a legislação do Ministério da Educação, aceder ao Boletim Mensal de Legislaçãoaqui.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Amor nas redes sociais


Raquel Camarinha Barbosa é psicóloga e professora da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. Entrevistada pelo P3 do Jornal Público sobre as relações que se estabelecem online, responde à pergunta:

De que modo uma relação à distância pode contribuir para uma falsa idealização do parceiro?
Raquel C. Barbosa: Claro que sim, todas estas transformações - estes novos modelos "cibernéticos" de comunicação e de relacionamento - poderão atrair os indivíduos justamente pela maior possibilidade de criar uma realidade imaginária. Mais facilmente se podem selecionar aspetos da sua personalidade que acreditam serem favoráveis em benefício próprio e para o desenvolvimento da relação, havendo um maior controlo daquilo que é partilhado.
Dessa forma, a interação "online" será mais útil na consolidação da idealização do que na formação de vínculos, como relacionamentos amorosos, ou de amizade. Continuo a acreditar que, sobretudo os relacionamentos amorosos, exigem níveis de intimidade muito mais elevados do que uma rede de interlocução virtual pode oferecer.

Imagem retirada daqui.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Fazer apresentações



De Bruno Loureiro

“Stress”é o esforço físico, emocional e mental que se sente quando a vida usa demasiadamente a nossa energia.
Todos nós sentimos pressão no nosso dia-a-dia. Adaptar-se a um nova escola, por exemplo,  e criar uma nova vida pode causar muita pressão. Ela pode ser causada pela dificuldade de fazer certas coisas, tais como procurar trabalho ou aprender Inglês ou por coisas que deveriam ser divertidas como sair para conhecer pessoas ou criar novos amigos.
Pressão não pode ser evitada, mas as pessoas podem aprender como lidar com ela para que possam gozar a vida e reduzir a hipótese de virem a ficar doentes fisicamente ou mentalmente. Podem continuar com as actividades que os/as ajudava a sentir bem e calmos/as. Talvez tenham também que tentar novos métodos para reduzir a pressão.

Sugestões para lidar com o stress
Aqui estão algumas maneiras para lidar com o stress:
  • Seja flexível – saiba o que pode ser mudado e o que não pode. Concentre-se em coisas que podem ser controladas.
  • Ria-se muito – isso solta a tensão. Conte algumas anedotas, veja uma comédia, um filme cómico na televisão ou leia coisas divertidas.
  • Respire devagar - tire uns minutos do dia para andar mais lentamente e respire fundo e devagar. Isso relaxa o corpo e a mente.
  • Não se importe se fizer algum erro. Ninguém é perfeito e todos devem aprender através dos próprios erros.
  • Encare os problemas um de cada vez. É mais fácil resolver problemas quando eles são divididos, em vez de tentar lidar com tudo ao mesmo tempo.
  • Fale com outros sobre os seus problemas – partilhar um problema pode parecer mais maleável. Um amigo, conselheiro, ou colega de trabalho talvez esteja a passar pelo mesmo. Eles talvez possam até oferecer alguns conselhos.
  • É normal sentir-se triste – mudanças podem trazer um sentimento de perda da maneira como as coisas costumavam ser. Isto é verdade mesmo quando a mudança melhorou a qualidade de vida. Deve-se tirar tempo para lamentar uma perda e ajustar lentamente. Angústia também solta a tensão.
  • Aprenda a dizer “não” ao fazer muito. Pode ser difícil no início, mas seja realista – uma pessoa não pode fazer tudo.
  • Apanhe ar fresco – fazer exercícios e sair de casa pode ajudar a mente e o corpo se sentir melhor.
  • Brinque mais – divirta-se, é uma maneira natural para soltar os músculos presos. Tente divertir-se com um amigo, uma criança ou um animal de estimação.
  • Leia um livro ou uma revista que goste. Talvez lhe tire a idéia dos seus problemas por um tempo.
  • Meditação ou yoga pode ajudar uma pessoa a relaxar acalmando a mente. Yoga também estica os músculos gentilmente.
 Fonte: Centre for Addiction and Mental Healthhttp://www.camh.net/
Imagem retirada de Raizes.pt.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Direitos humanos e educação


Samantha Besson vem anualmente a Lisboa para um seminário da  Católica Global School of Law. Especialista suíça em legislação de direitos humanos, quer fazer dos cépticos melhores cépticos.

Em entrevista à revista Pública, desta semana, a jornalista Claudia Sobral coloca a pergunta:
Também no seminário Law in a European and Global Context quer “preencher lacunas no ensino tradicional dos direitos humanos”. Quais são essas lacunas?

Samantha Besson : Uma delas é precisamente o que mencionei: ensinarmos direitos humanos desligados da  moralidade e da política. É um empobrecimento e dá azo a este discurso de que os direitos humanos são a única moeda, como se eles fossem solução para tudo. A segunda é que se tende a ensinar direito europeu dos direitos humanos sem referências ao direito internacional ou aos direitos internos. Isto leva a uma perda de perspectiva em questões como a legitimidade do direito internacional dos direitos humanos. Só podemos responder a essas questões com referências culturais, por exemplo, se ligarmos os direitos humanos internacionais aos direitos humanos e às práticas domésticas. Afinal, é aí que eles vão ser aplicados e interpretados.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Tatuagens inspiradas em ciência


Tatuagem inspirada em ciência - uma rede neuronal - com efeitos 3D. Saber mais, aqui. (site que vale a pena explorar) ou aqui

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Artigos de acesso livre da APA

O ano está a terminar, o que nos permite fazer uma recolha dos artigos de acesso livre das conferências/ Jornais da American Psychological Association (APA), neste ano de 2011. Aceder aqui. 

Free Management Library

Em Free Management Library poderá ter acesso livre a artigos que podem promover o seu desenvolvimento pessoal, dos grupos e das organizações. Aceder aqui.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

domingo, 4 de dezembro de 2011

Neurociência e arte

Descrição: a informação entra no ouvido, é processada pelo cérebro e pelo coração (razão e emoção), mas com o cérebro desligado, tudo o que sai da boca, é fumaça.
Retirado de wikipedia. Para saber mais sobre Neurociência e arte: Natura Campus

sábado, 3 de dezembro de 2011

Escolas promotoras de saúde

Como melhorar o ambiente da nossa escola? Que propostas podemos apresentar com esse objetivo? Como planear essas mudanças?
A Rede Europeia de Escolas Promotoras de Saúde pretende apoiar organizações e profissionais para desenvolver e sustentar a promoção da saúde escolar nas suas várias valências, tais como a alimentação ou a saúde mental.
Poderá ser um recurso útil para todos os que pretendam planear e implementar ambientes de bem-estar, em contexto escolar.

Revista Galego-Portuguesa da Psicoloxía e Educación


Trata-se de uma revista de estudos e investigação sobre a Psicologia e a Educação.
Os Editores são a Universidade da Coruña e a Universidade do Minho. Alguns artigos são de acesso livre.
Aceder aqui.